Notícias

Foto de: Casca de banana: aproveitamento, nutrientes e receitas que ajudam a evitar o desperdício
Aproveitamento Integral

Casca de banana: aproveitamento, nutrientes e receitas que ajudam a evitar o desperdício

Para dar início a série partes não convencionais dos alimentos, o Alimente-se Bem ensinará nas próximas semanas como aproveitar cascas, talos, folhas e sementes em receitas.

Uma das frutas mais consumidas pelo mundo, a banana é prática e versátil, pois pode ser adicionada em diversas preparações, mas você sabia que a casca possui mais nutrientes do que a polpa?

Essa parte geralmente não utilizada é rica em fibras alimentares, cálcio, potássio, vitamina C e antioxidantes, que ajudam a melhorar o desempenho intestinal, cardiovascular e muscular, bem como pode ser incluída em bolos, tortas e pães.

Como utilizar 

Receita adiciona cascas de banana e cenoura a fim de aproveitar todo o alimento

Para aproveitar esses benefícios, o Alimente-se Bem indica a receita Bolo de banana e cenoura que fica pronta em uma hora e pode ser servida no café da manhã e lanches, e as sugestões abaixo:

Pudim de banana e canela

Carne havaiana

Palha brasileira com brigadeiro de casca de banana

Nutrientes das partes não convencionais e polpas

O aproveitamento integral é utilizar as partes não convencionais dos alimentos para contribuir com a sustentabilidade, saúde e economia

Entretanto, a falta de informações sobre essa prática leva a população a descartar cascas, sementes, talos e folhas e, consequentemente, a aumentar o volume de lixo doméstico e perder nutrientes.

Calcula-se que cada brasileiro produz pouco mais de 1 quilo de resíduo doméstico por dia

Esse desperdício nutricional equivale a capacidade de suprir, em uma porção usual, as necessidades diárias de determinados nutrientes em pessoas saudáveis, como proteínas, carboidratos, cálcio, potássio, ferro e fibras. 

Desta forma, podemos classificar tanto polpas quanto partes não convencionais em três categorias, e obter fontes nutricionais notáveis dessas partes:

  • Excelente fonte;
  • Boa fonte;
  • Fonte.
Fonte: Pirâmide dos Alimentos. Sonia Tucunduva Philippi. 1° edição

Qualidade nutricional das cascas

Beterraba: Pode ser considerada uma excelente fonte de vitamina C, contendo mais de 130 mg, o que significa quase 3 vezes a mais de vitamina do que a polpa da laranja.

Laranja: Não é apenas a polpa que merece destaque, pois a casca apresenta uma excelente fonte de fibras que equivale a 36% da necessidade diária em homens e a 24% em mulheres.

Banana: A polpa contém excelente fonte de potássio, já a casca possui o dobro e fornece 33% da necessidade do nutriente para um dia em homens e 43% em mulheres, bem como é uma boa fonte de vitamina C.

Outras cascas de frutas e legumes também podem ser fontes essenciais de nutrientes, como abacaxi, abóbora, batata, berinjela, beterraba, chuchu, goiaba, kiwi, mamão, manga, pera, pepino e tangerina.

É possível também aproveitar as entrecascas de frutas, como melancia, melão e maracujá, e incluir em preparações. Veja algumas receitas aqui.

Cultivo da banana

A banana pode ser colhida ainda verde

Produzida de norte a sul do país, a banana está presente na mesa dos brasileiros, e é uma fruta fácil de levar como um lanche.

Durante o plantio, as bananeiras se desenvolvem melhor em temperaturas entre 15°C e 35°C, com luminosidade e solo capazes de armazenar água.

É uma fruta que pode ser colhida antes do amadurecimento e isso aumenta a taxa de liberação do gás etileno, que é responsável pela coloração amarela, o amolecimento da polpa e a vida de prateleira depois da colheita.

07/11/2022 15:44

Ver todas